Monday, October 02, 2006

Que música escutas tão atentamente

photo by: Pedro Vieira de Sousa

Que música escutas tão atentamente
que não dás por mim?
Que bosque, ou rio, ou mar?
Ou é dentro de ti
que tudo canta ainda?
Queria falar contigo,
dizer-te apenas que estou aqui,
mas tenho medo,
medo que toda a música cesse
e tu não possas mais olhar as rosas.
Medo de quebrar o fio
com que teces os dias sem memória.
Com que palavras
ou beijos ou lágrimas
se acordam os mortos sem os ferir,
sem os trazer a esta espuma negra
onde corpos e corpos se repetem,
parcimoniosamente, no meio de sombras?
Deixa-te estar assim,
ó cheia de doçura,
sentada, olhando as rosas,
e tão alheia
que nem dás por mim.

Eugénio de Andrade
(Coração do dia)

3 moonlovers:

Anonymous amiga discreta said...

apetece ir em busca desses bancos e ficar sentada olhando as rosas. Um beijo

Monday, October 02, 2006 9:34:00 am  
Blogger azzrael said...

Que fotografia fantástica!!!
E o poema, simplesmente lindo.
Sei perfeitamente que tipo de música deverá estar ela a ouvir :)
beijinhos*

Tuesday, October 03, 2006 10:53:00 am  
Blogger cavalo marinho com asas said...

O Eugénio é de facto fabuloso! Diz tudo... Nada fica para dizer!
Adoro!!!!

Friday, October 06, 2006 12:07:00 am  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home