Thursday, October 09, 2008

As mulheres têm os fios desligados


Há uns tempos a Joana
- Pai, acabei um namoro à homem
perguntei como era acabar um namoro à homem e vai a miúda
- Disse-lhe o problema não está em ti, está em mim.
o que me fez pensar como as mulheres são corajosas e os homens cobardes.
Em primeiro lugar só terminam uma relação quando têm outra. Em segundo lugar são incapazes de
-Já não gosto de ti
de
- Não quero mais
chegam com discursos vagos, circulares
- Preciso de tempo para pensar
- Não é que não te amo, amo-te, mas tenho de ficar sozinho umas semanas
ou declarações no género de
- Tu mereces melhor do que eu
- Estive a reflectir e acho que não te faço feliz
- Necessito de um mês de solidão para sentir a tua falta
e aos amigos
- Dá-me os parabéns que lá me consegui livrar da chata
- Custou mas foi
- Amandei-lhe aquelas lérias do costume e a gaja engoliu
-Chora um dia ou dois e passa-lhe
e pergunto-me se os homens gostam verdadeiramente das mulheres.
Em geral querem uma empregada que lhes resolva o quotidiano e com quem durmam, uma companhia porque têm pavor da solidão, alguém que os ampare nas diarreias, nos colarinhos das camisas e das gripes, tome conta dos filhos e não os aborreça.
Não se apaixonam; entusiasmam-se e nem chegam a conhecer com quem estão.
Ignoram o que ela sonha, instalem-se no sofé do dia a dia, incapazes de introduzir o inesperado na rotina, só são ternos quando querem fazer amor e acabado o amor arranjam um pretexto para se levantar
(chichi, sede, fome, a janela de que se esqueceram de baixar o estore)
ou fingem que dormem porque não há paciência para abraços e festinhas, pá, e a respiração dela faz-me comichão nas costas, a mania de ficarem agarradas à gente, no ronhónhó, a mania das ternuras, dos beijos, quem é que atura aquilo? Lembro-me de um sujeito que explicava
- o maior prazer que me dá ter relações com a minha mulher é pensar que durante uma semana estou safo
e depois pegam-nos na mão no cinema, encostam-se, colam-se, contam histórias sem interesse nenhum que nunca mais terminam, querem variar de restaurante, querem namoro, diminuitivos, palermices e nós ali a atura-las.
O Dinis Machado contava-me de um conhecedor que lhe aclarava as ideias
- As mulheres têm os fios desligados
e um outro elucidou-me que eram como os telefones: avariam-se sem que se entenda a razão, emudecem, não funcionam e o remédio é bater com no aparelho na mesa para que comecem a trabalhar outra vez. Meu Deus, que pena me dão as mulheres. Se informam
- Já não gosto de ti
se informam
- Não quero mais
...

António lobo Antunes
in Visão 31 julho 2008

Labels: , , , , , , ,

12 moonlovers:

Blogger nina said...

Um texto muito "sábio" e tão conhecedor dos "nossos fios desligados". Reconheci-me claramente, mas nada admirada... Lobo Antunes é mesmo assim!Obrigada e bjinho

Friday, October 10, 2008 9:43:00 am  
Blogger moonlover said...

Nina, tambem me reconheci mas gostava de ser mais forte e corajosa para passar bem sem sentir e sofrer tudo isto!

um bjinho,
moon

Saturday, October 11, 2008 4:43:00 pm  
Blogger manolito said...

creo q no hablas nada bien de los hombres..
es así?
un beso muy grande moon.

Sunday, October 12, 2008 12:50:00 am  
Blogger moonlover said...

Manolito, este texto hay sido escrito por un hombre, pero hasta ahora, los que hay conocido me levan a concordar con ele.

un beso
moon

Sunday, October 12, 2008 8:36:00 am  
Blogger Leni Qinan said...

Hola Moon, hay muchas verdades en este texto, pero ... uffff yo ya no soy tan fuerte ni corajosa.

Qué hombre tan simple, por cierto! Qué poco conoce a las mujeres el gran conocedor!

Beijos Moon.

Monday, October 13, 2008 2:45:00 pm  
Blogger moonlover said...

Dear Leni, I will publish the rest of the text because only this part may cause a wrong opinion on the writer,
he reconaized that he didn't proced right but also give us some credit...

Beijos,
*moon

Monday, October 13, 2008 6:49:00 pm  
Blogger azzrael said...

“Quem sabe Deus quer que conheças muita gente errada  antes de conheceres a pessoa certa, para que quando a finalmente conheceres, saibas estar agradecido.“
Gabriel Garcia Marques

Pena é a dor que as pessoas erradas nos vão provocando...
beijitos

Monday, October 13, 2008 7:33:00 pm  
Blogger moonlover said...

Azzrael, isso foi o que eu pensei quando conheci a pessoa que sabes...

beijinhos,
moon

Monday, October 13, 2008 7:47:00 pm  
Blogger Dias said...

Eu tenho uma forma gira de demonstrar que não és "tu" sendo muito mais que "eu".

Resulta sempre, só varia o tempo, mas os finais são melhores assim, com um homem cobarde.

Abraço forte

Tuesday, October 14, 2008 12:57:00 pm  
Blogger moonlover said...

Dias,

então diz-me o que fazer :(

um abraço sentido
*b

Tuesday, October 14, 2008 1:09:00 pm  
Blogger AMMedeiros said...

Moon

Esta tua fase é uma das minhas favoritas! Que grande fio desligado que teve a sensibilidade e o bom senso de publicar aqui este tão ligado escrito do Lobo Antunes!!! No fundo da ferida e sangrá-la ante os olhos de nós mesmas e daqueles que, (são demasiados), consideram que as mulheres têm os fios desligados...

Dois beijos maravilhosos ;)

Friday, October 17, 2008 10:25:00 am  
Blogger moonlover said...

Querida Ana, o meu problema e o de muitas é que ainda acreditava em histórias de amor, tipo as que nos contam em pequenas ou que vemos enternamente no cinema.
As sonhadoras têm quedas maiores que as realistas.

dois enoooormes beijos meus heróis!

(para a semana vou ao norte...)

Friday, October 17, 2008 10:34:00 am  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home